Menu Lange
Menu Direita

Acusado de assassinar casal e filhos irá responder por quatro homicídios duplamente qualificado

Alessandra Bagattini | Comunidade | 22/07/2021 14:52
Acusado de assassinar casal e filhos irá responder por quatro homicídios duplamente qualificado Foto: divulgação/Lance Notícias
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 3664

O Ministério Público, por meio do promotor Michel Stechinski, denunciou nessa semana um homem acusado de ser o responsável de assassinar uma família com requintes de crueldade em São Domingos/SC e atear fogo na residência para simular um acidente.

O caso ganhou grande repercussão em todo o Estado depois que a Polícia Civil através da investigação identificou que o acusado teria assassinado o casal e mais duas crianças e depois ateado fogo no imóvel que ficou totalmente destruído.

De acordo com a denúncia, J.C.S.G., natural de Abelardo Luz e preso no Presídio Regional em Xanxerê, irá responder pelos quatro homicídios duplamente qualificados. O promotor Michel Stechinski, diz na denúncia que os crimes foram cometidos por meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. O crime ocorreu no dia 8 de maio de 2021 no bairro Esperança em São Domingos.

Conforme apurado, o acusado “atacou” as vítimas inesperadamente quando estava no imóvel da família. De posse de uma faca, Jean Carlos Sutil Gasperin, golpeou todos os membros da família, inclusive as duas crianças na região do pescoço.

“O denunciado, revelando brutalidade acentuada, golpeou as vítimas provocando profundos e extensos ferimentos, especialmente na região cervical (pescoço), causando excessivo sofrimento, contrastando com o mais elementar sentimento de piedade”, descreve o promotor público.

Para tentar prejudicar a investigação e a identificação da autoria o acusado usando substância inflamável ateou fogo no imóvel. Isso depois de assassinar os quatro membros da família com requintes de crueldade. A perícia técnica apontou que se tratava de um incêndio decorrente de ação humana. Nesse sentido, depois das conclusões da investigação, no dia 10 de julho, o denunciado espontaneamente confessou ter cometido os assassinatos e o contou os detalhes do crime.

O suspeito, está preso, deverá continuar respondendo o processo na prisão e será julgado através de júri popular nos próximos meses, conforme os encaminhamentos que serão dados pelo judiciário.

 

Leia mais:

Polícia Civil prende homem investigado por morte de família em São Domingos

 

*Com informações AtualFM

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias