Menu Lange
Menu Direita

Vídeo: mãe pede ajuda para continuar o tratamento do filho com doença grave

Jéssica K Turelli | Comunidade , Social | 16/05/2022 16:19
Vídeo: mãe pede ajuda para continuar o tratamento do filho com doença grave Foto: Arquivo pessoal
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 5455

A mãe Jovana Prescila de Almeida precisa de ajuda para continuar o tratamento do filho George Amélio de Almeida David, de um ano e três meses. O pequeno sofre de uma doença pulmonar grave, além de possuir uma hérnia e paralisia cerebral. Jovana e o filho moram em Faxinal dos Guedes.

George nasceu prematuro extremo devido a mãe ter passado por uma pré-eclâmpsia durante a gestação e o menino nasceu de 26 semanas e com 700 gramas. Devido a prematuridade o bebê precisou ficar na UTI durante cinco meses desde o nascimento.

Hoje, após receber alta da UTI George precisa fazer uso contínuo do oxigênio e se alimenta por sonda.  A mãe conta que o menino estava desenvolvendo alguns movimentos e fala, porém, devido uma infecção na bexiga todo o processo foi interrompido.

— Há um mês ainda fazíamos fisioterapia, fonoaudiologia e ele estava progredindo. Ele estava engatinhando, comendo sopinha, falando papai e mamãe, mas como ele é prematuro extremo e tem imunidade muito baixo acabou adquirindo uma infecção na bexiga e ela generalizou, ocasionando uma lesão no cérebro. Depois disso ele parou de falar e engatinhar, ele não se senta e ficou com paralisia cerebral— conta.

Devido a todos os imprevistos com o filho, Jovana não pode trabalhar para cuidar de George, ela diz que ele já teve convulsões e é difícil encontrar alguém que fique com ele. Por isso ela precisa de ajuda para adquirir os medicamentos e pagar as contas.

Alguns medicamentos ela fala que consegue no posto de saúde do município, mas nem todos são fornecidos.

— As pessoas têm medo de ficar com ele e não saber o que fazer, então precisar largar o emprego para cuidar dele. Eu ganho uma pensão do pai dele, e o auxílio-doença de R$1.200,00, mas não é o suficiente, além dos medicamentos e fraldas dele, também preciso pagar luz pois ele depende disso para usar o oxigênio e água e o aluguel — explica.

George faz uso de gardenal, antibióticos e vitaminas. Além das fraldas que Jovana diz que troca com frequência para que ele não sinta nenhum tipo de dor e assaduras devido a hérnia desenvolvida.

Quem quiser efetuar doações podem fazer via PIX 070.089.259-13, depósito bancário para Banco Bradesco, agência:03859  conta corrente:00060143 Jovana Prescila de Almeida, ou entrar em contato pelo telefone WhatsApp (49) 9 9144-4787.

 

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias