Menu Lange
Menu Direita

Polícia Civil deflagra 2ª fase da Operação Renascer, em Xaxim

Jéssica K Turelli | Polícia | 07/05/2022 07:43
Polícia Civil deflagra 2ª fase da Operação Renascer, em Xaxim
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 1153

A Delegacia de Polícia da Comarca da Fronteira de Xaxim, com apoio da Delegacia de Polícia de Lajeado Grande e de Marema, coordenada pelo delegado Dr. Felipe Samir, com o apoio do Núcleo de Cães da 16 DRP de Xanxerê, deflagrou a 2º fase da Operação Renascer e prendeu preventivamente suposto membro de organização criminosa (PCC) pela prática dos crimes de receptação e de corrupção de menores.

A Delegacia de Polícia da Comarca de Xaxim deflagrou, em meados de janeiro do corrente ano, a Operação Renascer visando combater o crime organizado no Bairro Chagas em Xaxim, sobretudo os crimes de tráfico de drogas e de posse irregular de arma de fogo, tendo sido, na oportunidade, cumprido 07 (sete) mandados de busca e apreensão, os quais resultaram na apreensão de armas de fogo, munições, colete balístico e outros elementos de importância probatória.

Os Policiais Civis aprofundaram as investigações, tendo constatado que o proprietário do imóvel no qual o colete balístico fora apreendido estava apenas ocultando tal bem, que pertencia a um adolescente, que fora recentemente apreendido pela Polícia Civil numa investigação de ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

Além disso, os Policiais Civis, com o apoio da Polícia Científica, constatam que o colete balístico fora produzido na Colômbia e importado para a Argentina, tendo sido contrabandeado para o Brasil.

Assim, diante dos elementos coletados evidenciando a prática do crime de receptação dolosa e de corrupção de menores, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, tendo o Juízo da 2º Vara de Xaxim deferido o pleito, após manifestação favorável do Ministério Público.

Na data de hoje, policiais civis deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva.

O suspeito fora interrogado e encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó, ficando à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias