Menu Lange
Menu Direita

Padre fala sobre o Dia do Agente Pastoral e o seu trabalho de apoio aos enfermos

Alessandra Bagattini | Comunidade | 15/07/2021 10:16
Padre fala sobre o Dia do Agente Pastoral e o seu trabalho de apoio aos enfermos Fotos: Arquivos Pessoais
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 2206

Nesta semana, se celebra o Dia do Agente Pastoral. Alusivo à data, o Lance Faxinal fala sobre a importância do trabalho realizado por Kleber Jorge Montag Silva. O padre atua no Hospital Regional São Paulo, de Xanxerê e oferece palavras de conforto e esperança aos pacientes.

Kleber nasceu em Ipumirim e se mudou para Faxinal dos Guedes onde teve toda sua formação escolar. O seu seminário foi realizado em Chapecó, depois mudou-se para Passo Fundo e fez Filosofia e Teologia. Após nove anos, em 2013 foi ordenado padre, nesse período ele já trabalhava em hospitais e nas comunidades de periferia.

Após um período, mudou-se para Quilombo e atou Paróquia e no Hospital São Bernardo, na mesma época ele também retornou a Chapecó e foi para São Paulo, mas seu destino final foi Xanxerê.

Sobre o seu trabalho, ele conta que se dedica aos pacientes enfermos. Atuando há quase dois anos no local, leva uma assistência àqueles que permanecem na unidade hospitalar.

– Todo o trabalho dedicado aos pacientes enfermos e em nosso Hospital Regional São Paulo, onde estou há praticamente dois anos a frente deste trabalho, enviado pelo bispo Dom Odelir, onde que confia esse trabalho de assistência aos nossos doentes. A importante desse trabalho é estar junto a esses que sofrem diante da sua enfermidade. No trabalho, busco acompanhar os pacientes tanto na emergência, na cardiologista, na UTI Covid, em todos os setores – comenta.

Sobre a importância desse papel, Kleber diz o quanto as pessoas precisam de apoio nesses momentos difíceis.

– A importância de ser alguém que está ali para ouvir, dar força e coragem para aqueles que chegam em nosso hospital desesperados, angustiados. Esse trabalho ajuda a manter acessa a chama da vida, dando força e coragem para seguir em frente – conclui.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias