Menu Lange
Menu Direita

“Não temos data para o velório”, diz esposa de caminhoneiro que morreu em Ponte Serrada

A família precisa aguardar liberação do IML, o que não tem data para acontecer

Natan Lucas Canal | Comunidade | 22/06/2022 16:36
“Não temos data para o velório”, diz esposa de caminhoneiro que morreu em Ponte Serrada
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 17614

Clauvir Stedile, de 40 anos, foi a vítima do acidente envolvendo duas carretas na BR-282, em Ponte Serrada, na terça-feira (21). Ele conduzia um caminhão-tanque que estava carregado de óleo diesel.

Nesta quarta-feira (22), o Lance Notícias conversou com Judite Costa, esposa do Clauvir. O momento, com toda certeza, é de muita dor e tristeza para os familiares. Mais ainda, pelo corpo ainda não ter sido liberado para o sepultamento e a despedida da família.

– No IML nos informaram que os exames odontológicos dele foram para Florianópolis, tem um perito de férias e um para atender o estado todo, que só semana que vem para ver se é possível reconhecimento pelo exame, se não conseguir ainda precisa recorrer para o DNA. Não temos data para o velório – comenta.

Devido ao estado do corpo em função das chamas, a família não pôde vê-lo. A esposa comenta que a empresa em que ele trabalhava tem dado todo o suporte necessário e que ele trabalhava no local há poucos meses.

– Há quase 20 anos que ele era caminhoneiro, a empresa está nos dando todo o suporte, mas também não pode fazer muita coisa quanto a liberação – diz.

Clauvir deixa um filho. A família está toda reunida e bastante abalada.

– A família se reuniu para o velório, mas chegou com a ‘bomba’ de que não tem data para o velório, imagina os pais dele, que são bem idosos, a mãe tem 72 e o pai 78 – finaliza.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias