Menu Lange
Menu Direita

QUALIDADE DE VIDA, como melhorar?

1 Bilhete | 1 Bilhete com Fabiane Padova | 02/06/2020 10:38
QUALIDADE DE VIDA, como melhorar?
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 2836

São muitas as tarefas que temos que desenvolver ao longo do dia. Configuramos, muitas vezes, uma jornada tripla de trabalho compartilhada com o cuidado do lar e dos filhos, preocupações sobre carreira profissional, estudo, família e muitas outras. Chamamos isso de “correria do dia a dia” e é justamente na correria do dia a dia que perdemos a qualidade de vida.

Isso te lembra algo? Se identifica com uma “vida corrida”? Está faltando espaço para a qualidade de vida?

Então, vou contar que para ter qualidade de vida não é difícil, aliás, é muito simples e depende de alguns fatores básicos. Quer saber quais são? Não é segredo nenhum, vou contar nas linhas a seguir.

Primeiro vamos compreender o que é qualidade de vida.

O conceito de qualidade de vida é abrangente e refere-se não somente à saúde física, mas também à autoestima, bem-estar pessoal, estado psicológico, relacionamentos sociais (casa, trabalho, escola) e diversos outros aspectos como autocuidado e capacidade funcional.

De maneira geral, é encontrar o equilíbrio em todas as áreas da vida.

Qualidade de vida é um conceito subjetivo, isto é, varia de pessoa para pessoa. Não existe um modelo padrão a ser seguido. Porém, existem alguns fatores que são requisitos fundamentais para melhorar a qualidade de vida.

Como falei, é simples. É tão simples que a maioria das pessoas não dá a devida importância, mas garanto que tendo os hábitos descritos a seguir podemos desenvolver uma vida mais satisfatória e saudável.

 Ser saudável é um caminho que se traça diariamente nas pequenas escolhas.

 

  1. Atividade física: como diria o Dr. Dráuzio Varella “o corpo humano foi feito para o movimento”. Estudos comprovam a eficácia e a relação da atividade física com o bem-estar. Ela deve ser prazerosa, então, nada de realizar algo que você não gosta. Se não gosta de musculação, que tal uma corrida, bike, caminhada no parque ou futebol com os amigos? Procure sempre orientação de um educador físico para não transformar algo saudável em uma série de lesões.
  2. Alimentação: ter uma alimentação saudável vai à contramão de dietas malucas ou restritivas. Afinal, como diria Hipócrates “que teu alimento seja teu remédio.” A alimentação é poderosa: nos proporciona saúde, atua na prevenção de doenças e nos dá energia para vencermos as inúmeras tarefas diárias. Um nutricionista pode orientar sobre como ter uma alimentação saudável e que cumpra com as exigências do seu corpo.
  3. Controle do estresse e dos sentimentos negativos: eles estão presentes na nossa rotina e podemos experimentá-los ao longo do dia. Estamos falando da raiva, medo, insegurança, estresse, ansiedade e muitos outros. Ter qualidade de vida não significa não senti-los, mas saber lidar e controlá-los. É uma tarefa um tanto difícil e desafiadora, mas vale a pena investir na sua saúde mental e emocional. Caso haja necessidade, conte com um psicólogo.
  4. Descanso: devemos dar a devida atenção e cuidado às nossas horas de descanso. Descansar demais faz mal, descansar “de menos” também. Não conseguir descansar é pior ainda. Devemos ter horas de sono tranquilo para que nosso corpo esteja preparado para as tarefas do dia seguinte.
  5. Lazer: o lazer é parte essencial de uma vida saudável. Determine algumas horas de lazer durante a semana e aos finais de semana. Podem ser atividades simples e fáceis de encaixar na rotina como ler um livro, tomar um café, ir para o happy hour com os amigos, preparar fondue com a família, dar uma volta no parque, comer um lanche gostoso ou conversar com algum amigo.

 

Não falei que era simples?

Não existe fórmula mágica, nem comprimido milagroso. A qualidade de vida depende das escolhas simples do dia a dia.

Você avaliou quais aspectos precisa dar mais atenção para melhorar sua qualidade de vida?

Se não, pode voltar e analisar com calma cada item descrito. Se sim, já pode colocar em prática hoje mesmo.

Se você gostou do texto e quer saber mais dicas, pode acessar o instagram psic.fabianepadova. Pelo direct pode tirar dúvidas e contar o que está fazendo para melhorar sua qualidade de vida 😉

 

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias