Menu Lange
Menu Direita

Pessoas atraentes são mais bem sucedidas, a ciência garante!

Michelle Sofiatti – Personal Branding | Michelle Sofiatti - Personal Branding | 30/05/2021 16:35
Pessoas atraentes são mais bem sucedidas, a ciência garante!
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 2089

O que o ex presidente americano Barack Obama, a atriz Elizabeth Taylor e o jogador de golfe Tiger Woods têm em comum? Segundo a cientista social Catherine Hakim, mais do que a gente imagina. Por caminhos diferentes, os três chegaram ao topo mais alto de suas carreiras por serem atraentes. Embasada por pesquisas científicas do mundo inteiro, é isso que Catherine tenta provar em seu livro: “Capital Erótico”. O sociólogo francês Pierre Bourdieu inseriu como categoria de análise social, na década de 1970, quatro tipos de capitais: econômico, social, cultural e simbólico. Apenas algumas décadas depois, a socióloga inglesa Catherine Hakim ousou nomear outro capital, que para ela é tão importante quanto os demais. Em 2010, ela desenvolveu uma teoria: a de que pessoas que possuem capital erótico deveriam usá-lo sem ressalvas para avançar na vida e na carreira.

O capital erótico combina beleza, sex appeal, dinamismo, talento para se vestir bem, charme, habilidades sociais e competência sexual. É um misto de atratividade física e social. A sexualidade é parte dele, uma parte facilmente negligenciada por se aplicar apenas aos relacionamentos íntimos. Nas palavras de Hakim, “pessoas atraentes cativam os outros, como amigos, amantes, colegas, fregueses, clientes, fãs, seguidores, eleitores, partidários e patrocinadores. São mais bem sucedidas na vida pessoal, mas também na política, nos esportes, nas artes e na vida profissional”. Elas vendem mais bens e serviços, são mais persuasivas e as pessoas se lembram dessas pessoas como “iluminadas”.

Essa teoria está totalmente ligada com o branding pessoal. Qual a maneira que você se apresenta ao mundo? O que as pessoas dizem sobre você? Todos podem investir na própria aparência e no próprio estilo, são ajustes que já alteram muito a percepção do outro, afinal, somos movidos mediante as sensações que despertamos. O que você jamais deve esquecer, é que não é só a aparência, mas o conteúdo que você carrega. Você não precisa ser a mulher mais bonita ou o cara mais bonito para fazer uso desse poder, basta aprender a usar os gatilhos corretamente. Dizem que David Beckham ganhou mais dinheiro posando com as cuecas Armani do que em sua carreira como jogador de futebol. George Clooney não hesita em explorar seu poder pessoal para ganhar dinheiro em diversas campanhas publicitárias.

Desenvolver seu poder sedutor melhora a autoconfiança e abre caminhos para uma carreira bem sucedida. Se a gente se preocupa tanto com o capital financeiro, capital intelectual e capital econômico, porque não se preocupar com o uso do capital erótico? É quase uma ignorância e uma perda de tempo negligencia-lo! Mas jamais esqueça dessa citação jesuíta, de 1606, que diz “suaviter in modo, fortiter in re“. Ou seja, suave no modo, forte no conteúdo. Invista em você, tanto para o desenvolvimento pessoal, quanto para o alinhamento de uma aparência sedutora.

Telegram

Instagram

YouTube

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias