Menu Lange
Menu Direita

Diário da Pandemia – 786º dia:

Diário da Pandemia | Diário da Pandemia | 15/05/2022 15:55
Diário da Pandemia – 786º dia:
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 1495

Passamos, “ilesos”, ao Dia do Azar (13) e chegamos, assim, à metade de maio. Esta quinzena, aliás, foi de muitas boas realizações, como tem sido desde que iniciou 2022. Para você, também está sendo assim? Agora, já nos preparamos para os próximos dias, que prometem ser de bom movimento, com a continuidade dos treinos de academia, as visitas e os atendimentos aos parceiros do site, além de outras boas ações, que contaremos em textos futuros!

Como já dizia minha mãe, “todo cuidado é pouco!”. Nos últimos tempos, a malandragem, associada ao crime, tem aumentado assustadoramente. E, na esteira deles, precisamos nos alertar com o “perfil falso”.

Basicamente, um perfil falso em uma rede social é uma identidade inventada, geralmente com o objetivo de obter ganhos, de forma ilícita.

Então, esse criminoso (sim, isso é o que ele é) joga sua “rede”, o golpe, com o objetivo de tirar dinheiro, indevidamente, de algum incauto.

No final do ano passado e início deste, recebi diversos convites de amizades, geralmente via Facebook, de perfis falsos. Como sou precavido, tomei muito cuidado com as novas “amizades”, não revelando muito sobre mim (além daquilo que já está disponível na rede social) e mantendo cautela no que conversava com essas pessoas.

Infelizmente, um perfil falso, atuando com muita astúcia, consegue enganar as pessoas. Não são poucos os casos, principalmente envolvendo idosos, que foram ludibriados e perderam somas vultosas…

Porém, também fiquemos atentos aos perfis falsos da vida real: os sujeitos bandidos que inventam golpes, cada vez mais bem elaborados, para tirar nosso rico e suado dinheirinho!

Então, amigos, muito cuidado com o perfil falso! Ele surge do nada e tentará obter alguma vantagem sobre vocês! Olho sempre aberto!

Hoje, a sugestão de leitura é “Por inteiro” (Martha Beck). Nessa obra, a autora observa que muitas pessoas vivem uma obsessiva e eterna busca pela felicidade. Porém, alerta ela, a resposta para a verdadeira felicidade pode estar dentro de nós mesmos. Assim, sugere formas inovadoras de sermos felizes, voltando-nos para nosso próprio interior.
Bom final de semana!

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias