Menu Lange
Menu Direita

Diário da Pandemia 751º dia:

Diário da Pandemia | Diário da Pandemia | 09/04/2022 15:15
Diário da Pandemia 751º dia:
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 1252

Um bom e revigorante treino de academia marcou o início de mais um fim de semana! Essa, aliás, teve os seus quês de agitação, por conta (além dos exercícios físicos) de visitas aos parceiros do site (www.diariodapandemia.com.br) e da resolução de algumas problemáticas incomodativas. Ontem, um breve mal-estar físico até causou alguma preocupação, mas nada que nos desmotivasse a seguir nossa boa jornada, sempre com fé no Altíssimo!

Pessoas como eu (afeitas ao perfeccionismo) sofrem mais quando as coisas não saem conforme o esperado/planejado. Assim, sempre considerei, ao longo de toda a minha vida, que os detalhes são importantes.

Certamente, os detalhes são muito importantes. Se não vejamos: um carro sai da linha de produção com uma pequena falha no volante (uma peça mal ajustada ou mal encaixada). Poderíamos considerar até um pequeno detalhe, caso isso não causasse a possibilidade de um acidente com o veículo, que poderia até provocar a morte de seus ocupantes…

Na verdade, sendo revisor de textos juramentado, os detalhes (e suas importâncias) sempre me perseguiram. Ora, um acento aqui; ora, um sinal de pontuação ali. Inclusive, a falta de uma simples vírgula (portanto, um mero detalhe) pode alterar todo o sentido daquilo que se pretende dizer.

Convenci-os da importância dos detalhes? Ainda não? Então, vamos a mais uma boa situação. O sujeito preparou com extremo cuidado o seu casamento: a cerimônia religiosa, a festa (com as bebidas, a comida e a decoração), os trajes, o veículo que os levaria (ele e a noiva) e até as núpcias. Porém, já na igreja, havia esquecido de um pequeno detalhe: as alianças… Imagina a cara da noiva no fatídico momento?

Você se considera alguém preocupado com os detalhes?

Para finalizar, vamos a mais uma boa sugestão de leitura: Revolução sistêmica (Patricia Calazans). A autora, observando que o mundo está se alterando em uma velocidade nunca vista, apresenta um manual para que todos obtenham um novo nível de consciência, deixando de lado vínculos tóxicos e padrões repetitivos, a fim de alcançar uma reconexão com o próprio amor e a natureza.

Bom final de semana!

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias