Menu Lange
Menu Direita

Coisas que fazem com que a vida valha a pena: os 4 pilares de uma vida com sentido

1 Bilhete | 1 Bilhete com Fabiane Padova | 21/06/2021 13:26
Coisas que fazem com que a vida valha a pena: os 4 pilares de uma vida com sentido
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 1945

No último texto publicado aqui na coluna falamos sobre o sentido da vida e o quanto ele é importante para que a vida valha a pena.

No texto de hoje vamos falar sobre os 4 pilares de uma vida com sentido, listados pela cientista Emily E. Smith. Emily passou alguns anos entrevistando centenas de pessoas e lendo milhares de páginas de psicologia, neurociência e filosofia. Juntando tudo isso, descobriu os quatro pilares de uma vida com sentido. Conheça:

  1. O primeiro pilar é o pertencimento. Pertencer significa manter relacionamentos saudáveis de admiração e respeito mútuos, onde ambas as partes são reconhecidas e valorizadas pelo que são e como são. Aqui incluímos amigos, família, casamento, trabalho e diversos outros contextos onde estamos o tempo todo em contato com pessoas. Temos controle sobre isso e podemos escolher os grupos aos quais vamos pertencer. Muito cuidado na escolha.
  2. O segundo pilar do sentido da vida é o propósito. É lindo falar em propósito, porém, um desafio encontrá-lo. Um processo de psicoterapia com foco em autoconhecimento pode te auxiliar a encontrar o seu propósito, caso ele ainda seja desconhecido.

Ter um propósito de vida é como ter um motivo importante e motivador para sair da cama todo dia. Propósitos são subjetivos, cada um tem o seu. Podem estar relacionados com o trabalho ou não, depende de cada caso.

  1. O terceiro pilar é a transcendência, isto é, ter momentos que transcendem toda noção de tempo e lugar. Transcender é ir além da correria do dia a dia; é se conectar com algo muito maior do que qualquer problema e preocupação da vida.

Algumas pessoas vivem isso por meio da arte, da escrita, do esporte ou da religião. Como tudo é subjetivo, transcender também é algo particular, cada um deve encontrar o que o faz transcender.

  1. Por fim, nosso último pilar: contar história. Imagino que você esteja se perguntando, como assim contar história, Fabi?

Bom, vamos lá. Este último pilar se refere a nossa história, a forma como olhamos e como contamos a nossa própria história.

Narrar os acontecimentos de vida traz clareza e nos permite ressignificar alguns eventos, bem como compreender como nos tornamos quem somos e nos localizar no tempo e espaço.

Desta forma, percebemos que somos os autores e podemos determinar mudanças e fazer escolhas que nos aproximem das nossas metas de vida.

Claro que algumas situações fogem totalmente do nosso controle, mas em grande parte dos acontecimentos da nossa vida, temos o poder de escolher e construir a nossa história de forma que faça sentido e que valha a pena.

 

E você, sabe qual é o sentido da sua vida?

Se não souber, não se preocupe, nunca é tarde para encontrá-lo e mudar a sua história.

 

Fabiane Padova
Psicóloga Clínica – CRP 12/16382
(49)99999-9339.
Acompanhe mais conteúdos como este nas redes sociais, instagram e fanpage: @psic.fabianepadova.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias