Menu Lange
Menu Direita

A saúde emocional frente o diagnóstico de câncer

1 Bilhete | 1 Bilhete com Fabiane Padova | 05/02/2022 14:41
A saúde emocional frente o diagnóstico de câncer
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 2197

Na última sexta-feira, 04, comemoramos o Dia Mundial de Combate ao Câncer. E, hoje, vamos falar um pouco sobre a importância da saúde emocional durante o processo de diagnóstico, tratamento e cura.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), câncer é “um conjunto de mais de 100 tipos diferentes de doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células anormais com potencial invasivo.” Eu acrescento que o câncer não se limita apenas à uma doença física, ele interfere diretamente na saúde psicológica e emocional.

Rita de Cássia Rezende Maciel e José Osmir Fiorelli, ambos psicólogos, pontuam que o sucesso de um tratamento de câncer depende fortemente de dois fatores:

  1. procedimentos médicos especializados.
  2. suporte emocional.

Neste sentido, cabe à medicina preservar e cuidar da vida, mas cabe ao paciente desejá-la. E é exatamente este o papel do psicólogo frente ao cuidado do paciente oncológico: acolher os medos e auxiliar para manter acesa a chama da motivação para viver. É essa chama que incentiva pacientes e familiares a persistirem nos momentos mais difíceis e desafiadores do tratamento.

Por fim, é muito difícil, senão impossível, vencer o câncer sozinho. São batalhas diárias marcadas por inúmeros sentimentos, emoções, dores, medos e inseguranças. Com certeza, marcas que ninguém esquece, mas que se tornam mais leves quando compartilhadas com familiares e profissionais capacitados para cuidar, acolher e orientar. Assim, sim, é possível vencer todos os desafios do processo.

 

Fabiane Padova

Psicóloga Clínica – CRP12/16382

Redes sociais: @psic.fabianepadova

Contato (49)9 9999-9339.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias